Criadores & Criaturas



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
"

(Carlos Drummond de Andrade)

ENVIE SUA FOTO E COLABORE COM O CARIRICATURAS



... Por do Sol em Serra Verde ...
Colaboração:Claude Bloc


FOTO DA SEMANA - CARIRICATURAS

Para participar, envie suas fotos para o e-mail:. e.
.....................
claude_bloc@hotmail.com

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

ZE LIMEIRA NO PEDAÇO

Aí Claude...Cadê o povo???


Eu vou provocar um trote
Pra Claude mulé faceira
peguei na palavra o mote
fui buscar nas cabeceira
Faço da rima o meu bote
pulando que nem caçote
versando com Zé Limeira


Virei sapo em pé de pote
Lagatixa de palmeira
Pé de pato e cocorote
Poeira de cabroeira
Quebradeira de barrote
Assadura de cangote
Versando com Zé Limeira

Dedê

3 comentários:

Dedê disse...

Verso fácil A,B,A,B,A,A,B
quem vem???

Claude Bloc disse...

Eu desço a ribanceira
Passeio pelo jardim
No verso sou bem ligeira
Me visto só de cetim
Pra falar de Zé Limeira
Segunda eu vou pra feira
Na quarta não tô a fim.

Mas pra entrar no seu mote
Pra não falar mais besteira
Faço verso, dou pinote
E não vou com choradeira
Bebo na boca do pote
Salto que nem um garrote
versando com Zé Limeira.


No meio da bagaceira

Jacques Boris Daniel disse...

No meio da bagaceira
Brigo puxo faca e dou pinote
Faço Dedê subir na bananeira
E a Claude dançar um xote
Na festa furo bumbo e cadeira
Chuto lata,sanfona e caixote
Versando com Zé Limeira

Sou como água fria de pote
Cabeça quente de fugueira
Bato na fuça ou no cangote
Em quem vier falar besteira
Se não morreu teve sorte
Fica doido e diz asneira
Vou dizendo outro mote
Versando com Zé Limeira.



Ja fui prego martelo e serrote