Criadores & Criaturas



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
"

(Carlos Drummond de Andrade)

ENVIE SUA FOTO E COLABORE COM O CARIRICATURAS



... Por do Sol em Serra Verde ...
Colaboração:Claude Bloc


FOTO DA SEMANA - CARIRICATURAS

Para participar, envie suas fotos para o e-mail:. e.
.....................
claude_bloc@hotmail.com

segunda-feira, 12 de março de 2012

 Por que me abres velhas cicatrizes?
Se o meu não nunca te fere
por que esse perfume antigo?
Se sabes que odeio esse passado torto
por que me olhar atravessada?
Se o teu ódio não te faz andar
por que esse riso torpe? Por que?
A duvida não te permite gostar
Não te deixa sentir...nem sonhar
Por que fazer-se distante?
Se Eu te vejo aqui,
embora fora de mim
longe assim..
Que ventos nos deixou
num viver sem respostas?
mesmo que o caminho
se feche em paliçadas
qual paredes opacas
sem brechas para palavras
ou espaços para sonhos
ou perdão...
ainda assim podemos caminhar
mesmo que caminhemos
em sentidos contrarios
por estradas opostas
num viver sem respostas
sem tempo nem coragem
nem mesmo pra dizer
adeus.
Por que?


Um comentário:

Jacques Boris Daniel disse...

Vi nessa poesia o valor do poeta imortal,gostei deverasmente conteudo do oculto e do visível,parabéns meu irmão.

Beijão

Jacques Boris