Criadores & Criaturas



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
"

(Carlos Drummond de Andrade)

ENVIE SUA FOTO E COLABORE COM O CARIRICATURAS



... Por do Sol em Serra Verde ...
Colaboração:Claude Bloc


FOTO DA SEMANA - CARIRICATURAS

Para participar, envie suas fotos para o e-mail:. e.
.....................
claude_bloc@hotmail.com

domingo, 3 de julho de 2011

Prezado Leitor,

Não deveria, como de praxe, parabenizá-los pela ausência de novos textos meus nos próximos três meses. Estarei ausente desta tela no período referido o que explica tudo e nada mais se poderia acrescentar por explicação.

Não tenho figuras de linguagem suficientemente fortes para expressar o prazer que tive nos últimos dois meses em bombardear diariamente as vossas telas nestes três blogs: Cariricult, Cariricaturas e Sonho Azul. Nem sempre manifesto em comentários o interesse no que escrevo, mas com a certeza que a proximidade que tenho de vocês, mesmo quando não lido, está na lista de presença quase diária nas postagens destes blogs.

Não pedirei desculpas por eventuais tédios, por certas prolixidades, especialmente por dizer coisas que se contrapõem ao que pensa o leitor. Se fosse apenas para resguardar incômodos ao leitor, não haveria motivo para se escrever: apenas se deixasse o papel em branco. O nada do branco não aluía nada. Zera o próprio fluxo das idéias.

Por estes meses quero dizer que tive muito prazer em conversar com algumas pessoas de modo direto, provocativo e outras que reativamente me respondera. E um terceiro grupo com um diálogo próximo dos poemas. No primeiro grupo lembro-me do Armando Rafael e do Zé Nilton Figueiredo. No segundo grupo incluiria o Darlan Reis, o Dihelson Mendonça e o próprio Armando Rafael. No terceiro grupo incluiria o Pachelly Jamacaru, o Zé Flávio, a Socorro Moreira, a Claude Bloc, a Stela Siebra e Lupin.

Na verdade a separação que fiz em grupos é muito mais uma tomada de memória, pois a rigor não existe tal compartimentação, afinal é para pessoas como estas que escolhemos o assunto e fazemos um esforço em desenvolvê-lo. Mas fique claro que estas pessoas nos instruem a falar, mas a fala mesmo é para algumas dezenas de leitores que diariamente lêem os referidos blogs e que não fazem comentários.

Agora fica a aliança no tempo a ser inventado, ali pelo final da primeira quinzena de setembro para novamente entrar na roda. O que não exclui eventuais postagens, em face de grandezas de assuntos, pelo menos para mim, que deseje expressar. Mas não nesta modalidade diária com que vinha nos últimos tempos.

Não sei se para alegria ou tristeza,

Logo estarei de volta.

José do Vale Pinheiro Feitosa

3 comentários:

Claude Bloc disse...

Zé do Vale,

No meu caso sua ausência será sentida. Pelo simples fato de que a leitura do que escreve é sempre gratificante, instrutiva, esclarecedora e cordial.

Se não tenho comentado é que estou ainda pegando o ritmo na minha nova vida no Crato, desenvolvendo e aplicando aulas de assuntos que não houvera ainda trabalhado.

Isto me suga tempo e ânimo, mas como gosto do que faço, o gosto pelo meu trabalho não arrefece.

Espero que volte em breve e nos dê ares de sua graça sempre que possível nesse intervalo.

Abraço,

Claude

Jacques Boris Daniel disse...

Com certeza vai fazer falta os seus textos como também a sua presença,bom descanso e aguardaremos seu breve retorno.

Abraço

Jacques Bloc Boris

Zé NIlton disse...

Vai fazer falta. Aprendi muita coisa com o nosso Zé do Vale. A princípio o achei prolíxo; depois compreendi a sua natureza apreendida na luta pela vida como médico, pesquisador e escritor que por dever de oficio e responsabilidade intelectual deve estar antenado nas coisas do mundo, objetivamente.
Volte logo, conterrâneo.