Criadores & Criaturas



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
"

(Carlos Drummond de Andrade)

ENVIE SUA FOTO E COLABORE COM O CARIRICATURAS



... Por do Sol em Serra Verde ...
Colaboração:Claude Bloc


FOTO DA SEMANA - CARIRICATURAS

Para participar, envie suas fotos para o e-mail:. e.
.....................
claude_bloc@hotmail.com

sábado, 4 de dezembro de 2010

PREZADO AMIGO DR. MIGUEL SOARES, BOA SORTE NO DESTINO DA PREFEITURA – POR PEDRO ESMERALDO

Tomando conhecimento de sua eleição a prefeito, alegrei-me bastante, pois como grande admirador e apaixonado pelo Crato, anseio, em sua gestão, dias promissores, dependendo apenas de sua vontade e de seu interesse em resolver os problemas, ora angustiantes e insolventes.

Não, Dr. Miguel, não há nada difícil quando se usa da boa vontade para trabalhar. Tudo depende de boa vontade, capacidade de trabalho e saber dirigir com altivez os caminhos certos, dentro de um ambiente sadio, (empregando normas de acordo com as necessidades do meio ambiente). Mostre aos inimigos do Crato (no caso, o Juazeiro), que nós não estamos parados, acomodados perante os primeiros obstáculos e nem tão pouco desesperados da sorte. Todo tempo é tempo de reagir. Basta querer e querer é poder. Vou mais longe para tomar melhores esclarecimentos: querer é lutar, é saber agir e comportar-se dignamente em toda sua plenitude.

Bem me lembro de uma grande maranhense Coelho Neto: esperar que o fruto caia da árvore é predestinar-se a comê-lo podre.

Vamos meu amigo, não deixe cair da árvore o fruto apodrecido. Apanhe-o antes; esforce-se, consiga solucionar todos os problemas que afligem o Crato, mormente agora quando nós estamos completamente alheios ao sistema moderno, a nova marcha progressista, porque não dizer; seguimos pra frente com o tempo que voa celeremente em destino incerto. Chegou a vez do Crato. É hora de lutar, de brigar, fazer-se compreendido pelas autoridades competentes, mostrar o que o Crato tem de bom, o que faz compreender e distribuir metas progressistas dentro de um sistema técnico e equilibrado.

Não pare como prefeito. Suba, seja mais alto, faça todo o possível para assumir a liderança, pois me parece que todos os atuais líderes estão esquecendo a terra que lhes fez crescerem.

Arranje tudo que é bom. Faça uma administração sóbria e segura. Cuide com carinho dos problemas urbanos, hospitalares, educacionais, etc. Não esqueça das metas prioritárias que, a meu ver, devem ser cuidadas com carinhosa e valiosa atenção. Três grandes obras, sem esquecer das demais, seriam suas “meninas dos olhos” e recobririam as falhas existentes, dando melhor consistência ao fluxo de progresso do Cariri. Para melhores esclarecimentos, sem querer intrometer-me dentro de sua administração (mas é preciso lembrar), cito as metas que seriam no dizer de gíria aquele “plá “para apagar o pessimismo reinante no seio do povo cratense. Primeiro: uma feira livre semanal (se possível aos sábados para contrabalancear com a de Juazeiro); segundo: outro grande centro de abastecimento; terceiro: um luxuoso hotel de feições turísticas, digno com o crescimento da cidade. Além dessas, há outras obras de suma importância, e que trariam por certo um avanço ao progresso do Crato. Não esqueça de abrir novas ruas, todas pavimentadas. Faça uma grande avenida circular, partindo do Crato, subindo ao pé da serra do Araripe, cognominando-a avenida do contorno.

Já pensou como ela seria útil para fomentar o turismo? Como ficaria o visitante impressionado ao se deparar com as belezas panorâmicas de todo o vale do Cariri, que é uma dádiva da natureza, oásis do Nordeste? E o nome do Crato bem alto, dentro da programação turística do Brasil? Já pensou que bem faria ao comércio, à indústria. Enfim, daria nome ao Crato dentro do figurino nacional? Não, meu grande chefe, não esmoreça, avance, corra, não pare, pois tempo é ouro. Faço votos que o amanhã lhe seja grato por todas essas realizações feitas dentro de pouco espaço de tempo.

E a nossa rodoviária? Ah, não esqueça a rodoviária que é ponte vital para a vida econômica, não só do Crato, mas de todo o Cariri.

Dentro destes problemas acima citados, o que mais de vem à tona é o econômico, Dr. Miguel! Fomos vítimas de um governador alheio aos problemas do Crato. Não contribuiu com nada, nunca procurou dar soluções aos problemas angustiantes que no dizer de Camilo Calazans - (um dos dirigentes do Banco do Brasil) – chamou de pré-falimentar do Crato. Pelo gosto do governador, o Crato estaria estagnado, diluído, perdido nas poeiras dos tempos, absolvido pelo desgaste sócio-econômico.

Enganou-se, como bem assim enganaram-se todos os seus inimigos. O Crato vive, o Crato cresce, seus filhos lutam, basta ver que temos homens capazes, de alto gabarito, assim como de estirpe de nosso prefeito eleito – Dr. Miguel Soares.

Vamos em frente, seguindo o rumo do destino. Faça o que puder, mas faça-o de verdade. Mostre e determine a essa corja de inimigos do Crato que também somos fortes. Boa sorte na sua árdua tarefa.

Artigo escrito por Frederico Barbaroxa da Ponta da Serra. (Pedro Esmeraldo) em 1970.

Foto: cratonoticias.wordpress.com

Um comentário:

Pedro disse...

Este artigo é uma resposta às palavras injuriosas acometidas contra mim por meus adversários políticos. Não tenho a intenção de fazer intrigas pessoais a ninguém, apenas defendo os interesses do Crato há 40 anos.