Criadores & Criaturas



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
"

(Carlos Drummond de Andrade)

ENVIE SUA FOTO E COLABORE COM O CARIRICATURAS



... Por do Sol em Serra Verde ...
Colaboração:Claude Bloc


FOTO DA SEMANA - CARIRICATURAS

Para participar, envie suas fotos para o e-mail:. e.
.....................
claude_bloc@hotmail.com

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A Cromoterapia e as Cores no Nosso Dia a Dia


A Cromoterapia pode ser definida como:


- Terapia pelas cores.
- Terapia de regeneração através da energia luminosa.
- Ação energética vibracional das cores.

"Cromoterapia é uma ciência divina. Por isso, não é um culto ou uma moda recente inventada ou descoberta, foi empregada na Era do Ouro da Grécia e nos saudáveis tempos de luz e cor de Heliópolis, no antigo Egito. Novamente venerada nas antigas civilizações da Índia e da China através dos tempos, sempre tem sido empregada a sabedoria da cor para estabelecer o equilíbrio e harmonia, para acalmar e sustentar, Para sarar e restaurar e para criar outra vez. Todas elas foram expressões para apresentar o único e divino princípio de ondas de luz. A cor é, portanto, uma força divina". A cromoterapia é baseada nas sete cores do espectro solar e suas vibrações magnéticas. Espectro magnético é o conjunto de cores utilizados neste estudo, é o mesmo da escala cromática de Newton ou seja, as cores do espectro visível.

A Cromoterapia se alicerça em três ciências – a Medicina, no seu aspecto da cura; a Física, em suas pesquisas com as transmutações energéticas, principalmente no que se refere à compreensão da natureza da luz, sua fonte, seu comprimento de onda, sua frequência, a velocidade com que se move; e a Bioenergética, que estuda a energia que emana do ser vivo, sua energia vital.Conforme nos diz o cromoterapeuta inglês Rolland Hunt.

Em 1665, o físico Isaac Newton descobriu que a luz branca (em raios solares) se decompunha em sete cores fundamentais, ao atravessar um prisma transparente. Provou que a luz solar decompõe-se de uma mistura de radiações de comprimentos de ondas diferentes do espectro luminoso. As sete cores básicas se seguem numa ordem invariável: Vermelho / Laranja / Amarelo / Verde / Azul / Índigo / Violeta.


Estas cores devem se encontrar em harmonia no organismo, assim o homem também se encontrará equilibrado. Do contrário, o ser se desarmoniza em um ou mais estados de sua existência – físico ou energético, emocional, mental e espiritual.

As cores do espectro solar vincula-se diretamente a toda a natureza do nosso planeta constituindo-se no elo vital de tudo o que existe entre nós seja mineral, vegetal ou animal. A tonalidade da cor é a forma pela qual conseguimos identificar a vibração da onda energética luminosa, que nos envolve e impulsiona a visão. É chamada também de cor retiniana, isto é, energia luminosa cujos impulsos são classificados e traduzidos pela nossa retina.

O princípio absoluto é o chamado processo de interferência. O corpo humano é um imenso conjunto de células situados em áreas definidas. Cada campo celular, tendo a sua vibração característica, emite do seu núcleo uma coloração própria. Se o campo celular está em perfeito funcionamento a cor emitida será sempre a mesma. A partir do momento em que ocorre alguma coisa e ele adoece, entrando em disfunção, essa cor começa a mudar de matiz para mais forte ou mais fraco, dependendo do que está acontecendo neste caso, o calor emitido pelo campo celular também modifica a sua intensidade na emissão de ondas. Segundo um dos maiores cromoterapeutas do planeta, o Professor Renê Nunes, a vibração de cada cor é absorvida pelo organismo através dos alimentos, da luz do sol ou artificial, da mentalização de cores, de roupas, pedras, cristais e o meio em que se vive.




Esta técnica é reconhecida oficialmente como uma das terapias alternativas mais importantes pela OMS, desde 1976, conforme a Conferência Internacional de Atendimentos Primários em Saúde de 1962, realizada em Alma-Ata. Ela é, portanto, recomendada como uma terapêutica complementar à medicina tradicional.

A terapia consiste em detectar o campo celular doente e corrigir o problema enviando ao campo celular energia luminosa do mesmo matiz da sua vibração para dessa forma, regularizar e reativar a vibração do referido campo celular atingindo assim o equilíbrio. Existe um grande número de experimentos hoje levados a cabo em todo o mundo envolvendo o uso das cores em ambientes de trabalho, doméstico, educação, Etc..., basta reparar também a roupa branca dos cirurgiões já deu lugar a tons pastéis de azul e verde (tranqüilizantes). A cor pode ser de enorme ajuda não só terapeuticamente mas também nas áreas de magia, meditação, cristais e espelhos, curas e curas a distância, clarividência – em suma numa miríade de maneiras abrangendo todo espectro do oculto. Mas o importante é não esquecermos que as cores existem acima de tudo para tornar o nosso dia a dia mais alegre, saudável e leve.



Fontes:


Imagens:
Google Imagem

4 comentários:

Socorro Moreira disse...

Amei a matéria !
Eu passei um tempo vivenciando a cromoterapia. Um tempo difícil , quando ela foi facilitadora.
Lembro que eu tinha um livro "EU SOU " - Saint Germain, e eu trabalhava a cada dia um raio, um mestre , uma pedra, uma cor.
Na segunda-feira era o raio dourado; na quarta o raio branco; na quinta o verde ; na terça o raio rosa; sexta o rubi dourado; no sábado o violeta; no domingo o azul. Acho que devo ter trocado algumas dessas relações... Vou recordá-las. O livro está c/o meu filho mais velho. Acho que funcionou. Aliás, funcionou !
Quem sabe esse texto não tenha vindo pra que eu acorde para a prática da meditação , dentro da cromoterapia?
o dourado promete sabedoria; o verde saúde; o rosa equilibrio emocional e afetivo; o azul é a cor da meditação; o violeta a transmutação; o branco a paz; o rubi dourado a compaixão... Ah, existiam uns símbolos associados.
O azul estava ligado à espada do Excalibur...
Hora de rever esses ensinamentos.
Valeu, como sempre, minha amiga mestra !

Socorro Moreira disse...

Os mestres :

Mestre El Morya- domingo

Mestre Confúcio

Mestra Rowena

Mestre Serapis Bey

Mestre Hilarion

Mestra Nada

Mestre Saint Germain- sábado



Primeiro Raio (vontade-poder)

Destrói formas ultrapassadas para emergirem as atuais; estimula o despertar e a manifestação da essência. Molda o novo homem, dirige a evolução das Raças. Está presente no átomo como poder de coesão. Atividades vulcânicas, bem como a genuína e pura capacidade de governar, advêm do Primeiro Raio.



Segundo Raio (amor-sabedoria)

Permite a construção das formas; é magnético, aglutinador. Conhecido como energia Crística, é a nota básica deste sistema solar. A sensibilidade e o perfume no reino vegetal, o processo iniciático no reino humano e em outros, superiores, a ciência do amor e da união com o Todo e sua expressão externa, a religião, advêm do Segundo Raio.



Terceiro Raio (atividade inteligente)

Dá vida, organiza e estrutura as formas. Age no plano etérico por meio da energia vital. A adaptabilidade e o instinto nos animais e os modos de interação entre os homens (comunicações, transportes, rádio-eletrônica e outros) estão sob influência do Terceiro Raio. Essa energia relaciona-se também ao uso do dinheiro e dos bens materiais.



Quarto Raio (harmonia)

Leva as formas ao aperfeiçoamento; no ser humano, põe em relevo o princípio anímico e age pela energia intuitiva. Rege a humanidade como um todo. Leva o homem a perceber os limites do campo de consciência no qual se encontra confinado e o impulsiona, às vezes por meio de conflitos, a superá-los. Vividos conscientemente, esses conflitos conduzem-no ao equilíbrio.



Quinto Raio (conhecimento e ciência)

Promove a aproximação das formas à Idéia divina que lhes deu origem; estimula o desenvolvimento do mundo concreto e age por intermédio do impulso mental e do intelecto. Gera a ciência da alma, a psicologia e a educação.



Sexto Raio (devoção e entrega)

Eleva a vida e os seres; canaliza o desejo e a aspiração para metas cada vez mais altas e revela novos ideais. A busca da luz pelos vegetais e a domesticidade dos animais dão-se por sua influência.



Sétimo Raio (ordem e cerimonial)

Encontra-se hoje especialmente ativo. Estimula a união do espírito com a matéria. É uma das linhas diretoras da organização energética do planeta, um dos regentes da existência terrestre no ciclo que ora tem início. Traz a possibilidade de as estruturas dos diversos níveis de consciência adquirirem conformação que lhes faculte responder de modo mais perfeito aos estímulos da luz. Propicia o contato com o reino dévico. É pela influência dessa energia que se podem perceber os fatos, os seres e os próprios corpos como energia em movimento e expressões de realidades internas. Revela o lado oculto da vida e a ciência do relacionamento com ele. Impulsiona a formação de grupos e os conduz em consonância com o propósito evolutivo; organiza as forças do mundo formal por meio do ritmo preciso e constante. Leva a consciência humana a transcender o personalismo e a fazer parte da consciência mais global. A radioatividade, no reino mineral, é ativada pelo Sétimo Raio.

Si- violeta
Mi -Amarelo
Lá - Anil
Ré- Laranja
Sol -Azul
Dó- Vermelho
Fá -Verde
Os Sete Mestres Ascencionados são:

1 - El Morya, Senhor do Raio Azul;

2 - Kuthumi, ou Confúcio para alguns, ou Shakia Muni, para outros, Senhor, ou Senhores do Raio Dourado;

3 - Rowena, Senhora da Chama Rosa;

4 - Seraphis Bey, Senhor do Raio Branco;

5 - Hilarion, Senhor do Raio Verde (ou Paulo de Tarso, para outros, ou ambos);

6 - Jesus, ou Nada, Senhores do Raio ou Chama Rubi;

7 - Saint Germain, Senhor do Raio Violeta.

Bernardo Melgaco disse...

Adorei o texto...que bom encontrar reflexões com essa profundidade espiritual...

Parabéns!

Abraço

Corujinha Baiana disse...

Patativa do Crato,
Fico muito contente quando posto algum assunto que você realmente aprecia.
Um abraço

Bernardo,
Que bom que você gostou.Tenho lido e também apreciado os seus textos.
Um abraço
Corujinha